Você está usando um browser desatualizado.

Quais são os fatores de risco para perda auditiva no recém nascido?

  • • Familiar com surdez permanente com início na infância.
  • • Consanguinidade (pais com parentesco como, por exemplo, primos).
  • • UTI por mais de cinco dias, ou até menos que 5 dias porém sendo submetido a procedimentos complexos e exposto a medicamentos que possam agredir a orelha interna.
  • • Baixo peso ao nascer (< 1500 gramas).
  • • Icterícia grave (amarelão).
  • • Infecções congênitas ou logo após o nascimento como toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus, herpes, sífilis, HIV, sarampo, varicela e meningite.
  • • Anomalias do crânio e da face envolvendo a orelha.
  • • Síndromes genéticas associadas a deficiência auditiva.
  • • Traumatismo craniano.
  • • Quimioterapia.